amor
2

Você está pronto para adotar um gato?

Tudo começou quando eu fiquei sabendo da história do Fritz. Então deixa eu contar pra vocês também assim ficamos na mesma página:

fritz

Era uma vez um gatinho chamado Fritz. Ele foi adotado e depois de UM ANO ele foi devolvido para o pessoal do Adote um Gatinho. Os “adotantes” disseram que ele tinha feito xixi fora da caixinha e destruído o sofá e por isso iriam devolvê-lo.

Depois de alguns dias, o pessoal do Adote um Gatinho notou que tinha algo estranho com o Fritz e resolveram fazer alguns exames. Descobriram que ele estava com uma obstrução na uretra, o que explica ele estar fazendo xixi no lugar errado. Era dor.

Agora o Fritz tá lá na UTI do Adote um Gatinho, provavelmente sem entender o que está acontecendo, se sentindo abandonado. Talvez ele seja operado, ainda não sabemos. Mas eu tenho certeza que ele tá sendo muito bem cuidado lá com o pessoal <3 Estamos na torcida por você, Fritz! E quando você sair daí a gente vai achar uma casinha pra você.

Pois bem, isso me fez pensar. Me fez pensar na quantidade de gente que eu vejo devolvendo gatinho ou “passando para frente”. Isso é um absurdo e por mais que a pessoa esteja sofrendo com a situação, eu posso te dar toda certeza que o gatinho tá sofrendo mais.

Eu acredito que isso acontece muito pela ignorância. É a junção da empolgação de “ai vou ter um gatinho pra tirar mil fotos” com a falta de interesse de NEM procurar mais sobre o comportamento felino antes de adotar. Antes de adotar é sua OBRIGAÇÃO saber das responsabilidades que vem junto com aquela criaturinha pequena de olhos grandes, a qual a sobrevivência depende inteiramente de você. E é por isso que eu to fazendo esse post, BORA:

1) Segurança

Seu apartamento é telado? Pois tem que ser. Não adianta “ah mas tem gato que não pula”, pois isso não existe. Gatos vão atras de moscas, gatos se desequilibram, gatos dormem olhando paisagem e rolam pro lado. Rede é PRIMORDIAL.

janela

Gatinhos AMAM escalar, então você sempre tem que ter cuidado de não deixar coisas quebradiças onde eles gostam de ficar (parte do trabalho é ser uma boa mamãe e conhecer onde seu baby curte ir).

2) Comprinhas pré-adoção.

compras

“Ai, gatinho é barato, come pouco”. Eu mesma já escutei essa frase mil vezes, e sempre que ouço isso eu penso nessa listinha aqui de coisas que precisamos antes do bicho chegar:

  • Caixa de areia
  • Areia
  • Ração durinha
  • Ração molinha
  • Arranhador
  • Potes para comidinha e água
  • Caixa de transporte
  • Brinquedinhos

Isso é o básico que sua casa precisa ter se você quer um gatinho.

3) GATOS. QUEBRAM. COISAS.

breajuin

Meu potinho de pimenta do reino, meu saleiro em formato de cogumelo, meu varal, o potinho de sopa que ganhei de presente da minha mãe, 2345 meias calças, a tela do meu notebook, canecas, objetos de decoração, minhas plantinhas, o fio de celular do Leonardo…que mais? Bom isso daí é APENAS obra da Bibi.

Gatos, e principalmente filhotinhos, QUEBRAM coisas. Eles são curiosos, agitados, pequenos, ligados na tomada, e não possuem nem metade do equilibrio e noção de gatos mais velhos. Além disso gatos tem personalidades diferentes. A Bibi gosta de comer plantas, a Pirata gosta de fitinhas, a Bibi ama roubar o arame do pão de forma, a Pirata bebe água privada, a Bibi gosta de derrubar copos cheios dagua na minha cara, a Pirata curte arranhar os amplificadores do Leonardo. E ninguém ensinou isso pra elas, faz parte de quem elas são e é nossa responsabilidade saber lidar com isso da melhor maneira possível.

Tenha total noção disso. O gato não está sendo malvado, ele só tá brincando. Então se você não quer que ele faça algo, tipo roer seu sapato, você tem que pegar ele no flagra e dar um borrifo de água. E TALVEZ ele comece a obedecer.(pode ser que ele nem ligue pra você e sua aguinha também). E se você tiver um caso comportamental difícil, você pode sempre pedir ajuda profissional pois tudo tem solução.

3) Vacinas, castração, pulgas e vermes.

pulga

Vacinação: Gatinhos precisam receber 3 doses de vacinas quando filhotes. Primeira e segunda são múltiplas e a terceira é anti-rábica. Depois disso é só reforçar uma vez por ano.

Castração: Você DEVE castrar o seu bichinhos também, as fêmeas com cerca de 6 meses e os machos com 9 meses. Afinal de contas o que a gente NÃO precisa é de mais gatinho sem casa.

Pulgas e vermes: É um saco lidar com pulgas, mas acontece (quando eu peguei o Miguel, ele tava na casa de um cara que não cuidava direito e veio cheio de pulga). E além de tudo, elas transmitem vermes para os gatinhos e eles ficam doentes. Tem que dar vermífugos e anti-pulgas e dedetizar a casa pra se livrar de vez.

4) Merdas acontecem.

E seu gatinho não pode fazer NADA, além de confiar em você pra cuidar dele.

cuidado gato

No ano passado, bem quando o Leonardo estava sem trabalhar, a Bibi ficou doente. Ela teve Rinotraqueite e foi horrível :( Ela é muito magrela então ficou muito fraca, pura pele e osso. Ela só conseguia comer A/D com seringa. não conseguia nem andar direito, foi muito triste ver minha capetinha daquele jeito. Além disso, ela teve um ataque no meio da noite e tivemos que levá-la pro veterinário na madrugada. Tem noção quanto custa uma consulta no meio da madrugada de uma terça feira? Pois é.

Mas eu sei que poderia ser pior. Sei como algumas doenças são piores, como às vezes a gente não tem condição de pagar tudo aquilo que tão pedindo. Eu sei de verdade que as contas podem chegar facilmente a um número absurdo. Mas se tá ruim pra você, imagina pro gato? Ele não sabe nem o que tá acontecendo e ele tá acreditando que você vai ajudá-lo. É sua função DAR UM JEITO, faz vaquinha, pede ajuda para estudantes de veterinária, pede ajuda pra ONG, faz greve de fome, bate o pé, roda a baiana, chora, implora…mas dá um jeito.

5) Seu gato sabe se você ama ele

amor

Dar comidinha mole no jantar, escovar antes de dormir, fazer carinho, cobrir, abrir a torneira pro gato beber um pouco dágua, deixar a comida e água frescas, brincar com fiozinho, bolinha ratinho, chegar em casa chamando por ele. Seu gato sabe que isso é amor. Ele vai reconhecer isso e em troca ele vai chegar um belo dia, deitar na sua barriga e dormir, mostrando pra você que ele confia tanto em você que fica em seu estado mais vulnerável ao seu lado, pois ele sabe que você tá ali pra protege-lo se o bicho papão aparecer.

Então se você acha que não terá tempo para dar atenção pra ele, não adote. Não tem problema em admitir que não tem paciência para animais, que não é seu tipo de coisa ou que o momento não é agora. As pessoas tem todo o direito de ser quem elas são, sabe? O problema é pegar um animal em um ato impulsivo e depois não dar conta.

E é isso. Eu espero que esses post tenha realmente ajudado alguém a entender a responsabilidade que é ter um bichinho. E espero que quem leu perceba que VALE A PENA ter um bichinho sim. Mas só tenha se você for responsável e concordar com o compromisso que você está fazendo com outra vida.

OBS: me baseei em matérias da internet e a minha própria experiência para escrever esse texto. Abaixo deixo alguns outros textos que podem te ajudar:

Quero um gato, e agora?

Antes de adotar

Coisas importantes sobre gatos

Conheça o comportamento de seu gato

Comments

comments

2 thoughts on “Você está pronto para adotar um gato?

  1. Gostei demais do seu texto.
    Na verdade qdo o gato “te escolhe” ele te ama
    e demonstra isso, pedindo colo, andando atrás de
    você, fazendo charme, buscando sua atenção.
    São cia maravilhosas. Tenho 04 e amo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>